Acontecimentos

“Um policial fora da curva e um pai exemplar”, diz colega sobre PM baleado em assalto em Criciúma

Jeferson Luiz Esmeraldino foi atingido por um tiro de fuzil em confronto com os bandidos; ele segue hospitalizado

Jeferson Luiz Esmeraldino tem 32 anos foi atingido durante confronto com bandidos(Foto: Arquivo Pessoal)

Um urso de pelúcia para quase todos os fins de expediente. Era em frente a uma máquina de pescar brinquedos que o policial militar Jeferson Luiz Esmeraldino dava por concluído o turno de trabalho. Tinha sorte. Na maioria das vezes conseguia pegar um ursinho novo para presentear a filha de 5 anos, responsável por sua alegria e por todas as decisões que toma, como contam os amigos. 

> Assalto em Criciúma: quando, onde e como os suspeitos foram presos

No último expediente do soldado, no entanto, o desfecho foi diferente: antes mesmo de encerrar o turno, o militar precisou ser levado às pressas ao hospital, após ser baleado por um tiro de fuzil durante o quase cinematográfico assalto a banco em Criciúma, no Sul de SC. Internado no Hospital São João Batista, o PM foi tirado da sedação neste sábado (5), mas ainda inspira cuidados intensivos. 

> Testemunhas do maior assalto a banco da história de SC

– O Esmeraldino é um policial fora da curva, sempre foi batalhador. Ele vive a polícia. E fora da Polícia Militar a vida se baseia na filha, uma garota adorável, e que é tudo na vida dele. Todas as decisões são baseadas nela, para o bem dela – faz questão de frisar o colega, Matheus Espindola, que trabalha ao lado de Jeferson há cerca de um ano. 

Espindola e Esmeraldino enfrentaram a quadrilha durante assalto(Foto: Arquivo Pessoal)

Foi para Espindola, também, que Esmeraldino manifestou um forte desejo, dias atrás: 

– Ele estava tentando a transferência para a região de Tubarão para ficar mais próximo da filha, e evitar esse deslocamento de quase 130 km diários (considerando ida e volta).

Vaquinha online

Colegas de trabalho, incluindo Espindola, tiveram a ideia de criar a vaquinha online para arrecadar recursos suficientes para auxiliar na recuperação do soldado. A meta estipulada incialmente, de R$ 10 mil, ao menos, já foi batida. Até as 18h deste sábado, a campanha tinha arrecadado R$ 12.500.00. 

> Preso em Blumenau 12º suspeito de envolvimento no assalto a banco em Criciúma

> Assalto a banco em Criciúma: saiba o que é verdade e mentira sobre o crime

– Agradeço a cada um que vem colaborando, e espero que consigamos passar muito mais do que o valor estipulado inicialmente – diz Espindola.

> Novo cangaço: o que é o termo usado para ação de quadrilhas em SC

Como o Estado de Santa Catarina vai custear os gastos do hospital, a mobilização objetiva juntar recursos para pagar contas do mês, curativos, uma futura assistência que possa ser necessária, além de ajudar a família do soldado. 

– Recebi uma filmagem da filha do soldado Esmeraldino, me agradecendo por cuidar do papai dela e mandando um beijo, e isso marca nossas vidas, e faz repensar: se fosse a filha de outra pessoa? Espero que não precisemos mais arrastar ninguém atingido em confronto – conclui.

> Rádio de Criciúma recebeu ameaças durante assalto e precisou interromper transmissão

Homenagem

Na manhã do assalto, o policial militar foi homenageado pelo governador de SC, Carlos Moisés da Silva, que se solidarizou à família dele. Na ocasião, Moisés falou que Esmeraldino e seus colegas “são nossos heróis anônimos”.

Fonte NSC

Mostrar mais

Tradição Gaúcha

o melhor da cultura Gaúcha do Rio Grande e também notícias do Brasil e do mundo sempre trazendo o melhor da notícia..

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar
%d blogueiros gostam disto: