Acontecimentos

Aranha-lobo considerada extinta é encontrada em base militar britânica

Cientistas encontram no Reino-Unido uma rara espécie de aranha. Depois de uma vasta procura acontece o encontro com a aranha-lobo considerada extinta na região.

O encontro da aranha-lobo considerada extinta

Após dois anos de busca o cientista e gerente do programa Surrey Wildlife Trust, Mike Waite, encontrou a aranha-lobo (Alopecosa fabrilis). Até então considerada extinta no local, acharam a rara aranha em uma região de instalação de uma base militar do Reino-Unido. Entretanto, antes disso, a última vez que viram um espécime do aracnídeo no país foi há 27 anos, em 1993.

Segundo o The Guardian, essa espécie está criticamente ameaçada, mas ainda se encontra indivíduos em alguns locais da Europa, como nas dunas costeiras da Dinamarca e da Holanda. Dessa forma, Waite especula a possibilidade da espécie está vivendo “silenciosamente nas costas da Grã-Bretanha”.

O insistente cientista buscou em áreas que as aranhas costumam caçar. Assim, espalhou fotografias aéreas em áreas vazias da instalação militar. O encontro com o animal ocorreu depois de muitas noites com buscas sem sucesso.

O pesquisador entusiasmado comentou: “Assim que minha tocha caiu sobre ele, eu soube o que era. Fiquei exultante”.

Quem são as aranhas-lobo?

Também chamada de grande raposa-aranha, este aracnídeo mede 5 centímetros de comprimento, tem um corpo peludo cinza e marrom e é um caçador noturno.

Invés de produzir teias para atrair suas presas, elas fiam a seda para forrar “camas” em suas tocas durante a hibernação do inverno. Essas estratégias e características justificam o entusiasmo dos amantes de aranhas em ver essa espécie de animal.

De acordo com a Live Science o pesquisador declarou ao The Guardian: “É uma aranha linda , se você gosta desse tipo de coisa”.

A área de conservada

Uma extensa região do Ministério da Defesa em Surrey, de milhares de hectares, preserva a vida selvagem. O Surrey Wildlife Trust cuida da região não explorada afim de proteger a vida selvagem. O local é ótimo para para os animais porque é praticamente não alterado, sendo visitado apenas para os treinamentos do exército militar.

O chefe de serviços técnicos da Organização de Infraestrutura de Defesa, Rich Lowey, comentou: Em geral, o local protege da intensificação da agricultura e do desenvolvimento urbano, então agora fornece um santuário vital para muitas das espécies e habitats mais raros e ameaçados de extinção do país.” Assim, “muitas pessoas desconhecem o tamanho e a diversidade da propriedade de Defesa e sua enorme riqueza de vida selvagem”.

O local de encontro com as aranhas-lobo está sendo mantido em confidência pelos pesquisadores por segurança. Porém, a região ampara outras demais espécies de animais, como borboletas, lagartos, cobras e pássaros nativos.

Mostrar mais

Tradição Gaúcha

o melhor da cultura Gaúcha do Rio Grande e também notícias do Brasil e do mundo sempre trazendo o melhor da notícia..

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar
%d blogueiros gostam disto: