Agricultura

Previsão do tempo: semana começa com risco de temporais; veja onde

De acordo com a Somar Meteorologia, uma nova frente fria se forma no Sul na segunda-feira e avança em direção ao Sudeste na terça-feira

Confira a previsão do tempo para esta segunda e terça-feira. Foto: Pixabay

Segunda-feira, 27

Sul

Instabilidades em diferentes níveis da atmosfera se somam à formação de uma nova frente fria no fim do dia. Chove no Rio Grande do Sul e em grande parte de Santa Catarina. Apesar de não ser uma chuva muito volumosa, não se descarta a chance para temporais isolados durante a tarde, principalmente do centro ao norte gaúcho. Atenção aos riscos de rajadas de vento de mais de 50km/h.null

As temperaturas seguem baixas em grande parte da região, porém, a madrugada não vai ser tão fria quanto no domingo, 26, e o céu apresentará mais nebulosidade, por isso não há previsão de geada nesse dia.

No norte catarinense e em todo o Paraná, o predomínio é de sol, pois não há nenhum sistema atuante para trazer chuva. Salienta-se que no extremo noroeste paranaense, à tarde chega a fazer um pouquinho de calor, por conta da abertura de sol por lá, e especialmente dos ventos do quadrante norte, que trazem um ar mais quente do Centro-Oeste.

Sudeste

Ainda são esperadas pancadas isoladas de chuva no nordeste de Minas Gerais, em todo o Espírito Santo e no norte fluminense, novamente devido à disponibilidade de umidade.

Atenção às primeiras horas do dia, que têm risco de nevoeiro e névoa úmida, do norte do Rio de Janeiro até o norte do Espírito Santo.

Nas demais áreas, o tempo volta a ficar firme e sem previsão de chuva. As temperaturas entram em lenta elevação, com sensação de calor à tarde. Aliás, a região mais quente e com baixa umidade do ar se concentra do norte de São Paulo até o oeste de Minas Gerais.

Centro-Oeste

A semana começa com tempo bastante seco e quente, sem previsão de chuva por enquanto. Atenção sempre redobrada aos incêndios florestais e aos baixos níveis de umidade relativa do ar, que ficam facilmente abaixo dos 30% e podem causar desconforto em pessoas mais sensíveis ou com problemas respiratórios.

Nordeste

Segue a condição de chuva mais expressiva no norte do Maranhão e também em todo o litoral da Bahia, Sergipe e Alagoas, enquanto nas demais áreas costeiras, que vai do leste do Pernambuco ao litoral do Rio Grande do Norte, a chuva ocorre de maneira mais pontual e passageira.

O interior da região sofre com o tempo seco e, por enquanto, não há expectativa para o retorno da chuva.

O alerta de ressaca emitido pela Marinha é válido ao longo de todo o dia, com ondas que chegam aos 2,5 metros de altura. Rajadas de vento seguem intensas por toda a região, especialmente no litoral.

Norte

A segunda-feira é de previsão de chuva concentrada no oeste do Acre, oeste e norte do Amazonas, Roraima, Amapá e norte do Pará, com maiores acumulados esperados para o nordeste paraense.

Nas demais regiões e estados, tempo seco e bastante quente ao longo do dia.

Domingo, 28

Sul

A frente fria se desloca no decorrer do dia em direção ao Sudeste e junto com instabilidades em vários níveis da atmosfera provoca chuva da faixa oeste e central do Rio Grande do Sul até o litoral do Paraná. No território gaúcho e do oeste ao sudeste de Santa Catarina, as pancadas de chuva são mais fortes, com risco para temporais, entre a madrugada e o período da tarde.

Pela manhã, a chuva se espalha mais por Santa Catarina e pelo sudoeste e sul do Paraná. A precipitação ganha força à tarde em todo o território catarinense e avança mais para sul e leste do Paraná, com riscos para temporais nessas áreas. Aliás, em Curitiba, a chuva acontece à tarde e à noite, em forma de pancadas, com raios e rajadas de vento.

Rajadas de vento de mais de mais de 50 km/h são esperadas no decorrer do dia do norte do Rio Grande do Sul até o Paraná.

Por outro lado, no norte e noroeste do Paraná, o tempo segue firme, com temperaturas amenas, e nas regiões do Rio Grande do Sul que fazem fronteira com o Uruguai, também fica estável, mas as temperaturas são bem mais baixas, por conta do avanço de outra massa de ar frio. Aliás, nas regiões, em que o tempo fica fechado, as temperaturas também caem, e são bem mais baixas se comparadas ao dia anterior.

Por fim, ressalta-se que já no período da tarde, a área de alta pressão atmosférica, que traz com ela uma massa de ar de origem polar, avança na maior parte do Rio Grande do Sul, e ajuda a melhorar o tempo nessas áreas a partir desse período.

Sudeste

Terça-feira com previsão de chuva no fim do dia no litoral sul de São Paulo e na Baixada Santista, por conta da chegada de uma frente fria. Há riscos de raios e rajadas de vento de mais de 50 km/h. Por outro lado, os acumulados de chuva não são elevados.

Chove também no extremo nordeste de Minas Gerais, por conta da disponibilidade de umidade do ar na região. Essas precipitações causam baixos acumulados, são de maneira isolada e intercaladas por períodos de melhoria.

Nas demais localidades, o tempo deve ficar firme. Assim, o sol predomina e as temperaturas se elevam à tarde, em especial do interior de São Paulo até o oeste e norte de Minas Gerais. Atenção nesses períodos mais quentes da terça, pois a umidade do ar cai bastante, atingindo níveis críticos, abaixo de 30%.

Centro-Oeste

A passagem de uma frente fria no Sul mal influencia o Centro-Oeste; apenas provoca uma pequena queda de temperatura no sul de Mato Grosso do Sul, mas sem chuva. Com isso, o dia é mais uma vez quente e muito seco.

Nordeste

Mais um dia de chuva constante no leste da região, por conta das Ondas de Leste. A precipitação mais significativa ocorre do nordeste da Bahia até Alagoas. Chove também no extremo nordeste do Maranhão, devido à formação de áreas de instabilidade.

Nas demais áreas, o tempo segue firme, com temperaturas elevadas e umidade do ar baixa, no meio da tarde. Aliás, esse tempo seco favorece a formação de focos de queimadas.

O alerta de ressaca pela Marinha ainda é mantido até a manhã da terça-feira, com ondas que oscilam em torno dos 2,5 metros de altura. Rajadas de vento seguem intensas por toda a região, especialmente no litoral.

Norte

A chuva perde um pouco mais de força na região. As instabilidades no alto da atmosfera perdem intensidade e a chuva no norte do Pará ocorre de forma mais fraca e isolada.

Em grande parte da região, o dia é de tempo seco, principalmente no Tocantins, Rondônia, leste do Acre e no sul do Amazonas e do Pará.

Fonte Canal Rural

Mostrar mais

Tradição Gaúcha

o melhor da cultura Gaúcha do Rio Grande e também notícias do Brasil e do mundo sempre trazendo o melhor da notícia..

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar
%d blogueiros gostam disto: