Acontecimentos

Nuvem de gafanhotos pode chegar ao Brasil nesta quarta-feira (22)

A orientação é que produtores rurais fiquem atentos à chegada da nuvem de gafanhotos no Brasil

nuvem de gafanhotos que está estável na Argentina pode chegar ao Brasil nesta quarta-feira (22), no Rio Grande do Sul.

De acordo com a Agência Brasil, a previsão foi feita neste sábado (19) pelo chefe da Divisão de Defesa Sanitária Vegetal da Secretaria da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural do Rio Grande do Sul, Ricardo Felicetti.

Além disso, conforme Felicetti, a vinda da nuvem de gafanhotos ao Brasil está relacionada com as temperaturas mais altas.

Será que a nuvem de gafanhotos chega ao Brasil?

No momento, a nuvem de gafanhotos está estável em Corrientes, na Argentina, a 130 quilômetros do município gaúcho de Barra do Quaraí.

As informações sobre os insetos estão sendo repassadas pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), que acompanha a situação com o órgão fitossanitário argentino. 

“Com a elevação das temperaturas no Rio Grande do Sul neste final de semana, estamos apreensivos, mas preparados para o caso de uma eventual ocorrência da praga em território gaúcho. Temos um plano operacional de emergência elaborado como Ministério da Agricultura”, explicou Felicetti. 

Ainda conforme Felicetti, apesar do estado de alerta, hoje a tendência é que haja um deslocamento da nuvem de gafanhotos para a província de Entre Rios, na fronteira da Argentina com o Uruguai.

Embora não representem um risco direto para os seres humanos, os gafanhotos podem, em grupo, causar grandes prejuízos econômicos, devorando plantações em questões de horas. 

De acordo com o Serviço de Qualidade e Sanidade Vegetal (Senave) do país vizinho, os insetos, que estavam em Madrejón e 4 de Mayio, seguiram para o sudeste, em direção a Teniente Pico, no departamento de Boquerón, também no Paraguai.

R7

Mostrar mais

Tradição Gaúcha

o melhor da cultura Gaúcha do Rio Grande e também notícias do Brasil e do mundo sempre trazendo o melhor da notícia..

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar
%d blogueiros gostam disto: