Acontecimentos

Recuperada da Covid-19, criança de 10 anos deixa UTI após 40 dias internada, e reencontra os pais, no Pará: ‘minha filha é um milagre’

Núbia dos Santos foi a primeira paciente infantil do Hospital Regional do Baixo Amazonas confirmada com a doença. Ela deu entrada no dia 21 de maio e saiu nesta segunda-feira (29) vestida de Mulher-Maravilha.

O abraço tão esperado e um encontro repleto de emoção. Assim foi a manhã no Hospital Regional do Baixo Amazonas (HRBA) em Santarém, no oeste do Pará, quando pais e filha puderam se reencontrar nesta segunda-feira (29) após 40 dias separados. Núbia dos Santos Sousa, de 10 anos, ficou internada na UTI pediátrica do hospital após ser diagnosticada como a Covid-19.

Natural do município de Rurópolis (PA), a menina deu entrada no HRBA no dia 21 de maio com quadro clínico grave, precisando, inclusive, de uso de oxigênio. Núbia foi a primeira paciente infantil do hospital confirmada para a Covid-19, e também se tornou a primeira criança a se recuperar da doença e receber alta.

Durante todo o período que esteve internada, a menina não pôde ter contato com os pais. A internet foi primordial para amenizar a saudade e diminuir a distância.

Núbia foi a primeira paciente infantil com a Covid-19 no HRBA e foi a primeira criança que recebeu alta da unidade  — Foto: Ascom Pró-Saúde/Divulgação
Núbia foi a primeira paciente infantil com a Covid-19 no HRBA e foi a primeira criança que recebeu alta da unidade — Foto: Ascom Pró-Saúde/Divulgação

Na saída da unidade hospitalar, os pais, acompanhados de outros familiares, esperavam ansiosos para ver a filha novamente. Do lado de dentro, a ansiedade tomou conta da garotinha, que não conteve as lágrimas ao ver a família.

Vestida com a roupa da super-heroína Mulher-Maravilha, Núbia representou a luta, coragem e força nessa fase tão difícil da vida. “É uma emoção muito grande. Tivemos sempre muita preocupação, mas estávamos confiantes em Deus. Tive fé também no trabalho dos profissionais”, disse emocionada a mãe, Norma dos Santos Sousa.

“Minha filha é um milagre, desde os três meses que lutamos. Se ela está viva é porque Deus permitiu, isso é obra dele”, completou.

A criança recebeu cuidados da equipe multiprofissional, mas desde os três meses de idade já luta contra uma doença pulmonar crônica. Ela possui asma e já precisou fazer tratamento contra tuberculose. A garotinha é a 97º paciente a ser recuperar da Covid-19 no Hospital Regional do Baixo Amazonas.

Fonte G1

Mostrar mais

Tradição Gaúcha

o melhor da cultura Gaúcha do Rio Grande e também notícias do Brasil e do mundo sempre trazendo o melhor da notícia..

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar
%d blogueiros gostam disto: