Geral

PREFEITO DE VACARIA: “SE ELE (governador) QUER CUIDAR DA SAÚDE DAS PESSOAS, POR QUE NÃO PAGA O QUE NOS DEVE NA ÁREA DA SAÚDE?”

O prefeito Amadeu de Almeida Boeira (PSDB) disse na manhã desta terça, 16, que não vai acatar a determinação do Governo do Estado e manterá as restrições da bandeira Laranja. Em entrevista à Tua Rádio Fátima, o chefe do Executivo de Vacaria fez duras críticas ao governador Eduardo Leite, que é do mesmo partido.

“O nosso governador está em Porto Alegre e não sabe da nossa realidade”, resumiu o prefeito.

Ele também não concorda com a inclusão dos Campos de Cima da Serra na região de Caxias do Sul. “Isso está nos prejudicando, porque há municípios aqui da nossa região que não têm nenhum caso de Covid-19 e precisam acatar as restrições da bandeira Vermelha. Não concordo”, salientou Boeira.

Para Amadeu Boeira, o fato de não haver ninguém com sintomas da doença internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Nossa Senhora da Oliveira, demonstra que a região está controlando bem a expansão do novo coronavírus.

Ele também lembra que comprou 100 mil máscaras para distribuir à população e mantém a Guarda Municipal fiscalizando e acabando com aglomerações.

“O governador não paga os salários em dia, fecha empresas e tenta prejudicar o presidente da República… Penso que temos que cuidar da saúde, sim, mas principalmente dos empregos. Um município falido nada pode fazer para a população”, criticou o prefeito.

Amadeu Boeira antecipou que só irá mudar de atitude se houver uma decisão judicial e que está trabalhando com a Associação dos Municípios dos Campos de Cima da Serra (Amucser) e com o departamento Jurídico da Administração Municipal, para manter a bandeira Laranja em Vacaria.

“O governador não tem diálogo nem com os nossos deputados”, afirmou o prefeito, referindo-se à possibilidade de haver facilidade nas conversas, por ser do mesmo partido.

“Ele está pecando. Se diz muito inteligente mas está se mostrando diferente. Se ele quer cuidar da saúde das pessoas, por que não paga o que nos deve para a área da saúde?”, indagou Boeira, sem dar detalhes sobre qual verba se referia.

“Para pregar moral, primeiro ele tem que cumprir com seus compromissos. A decepção não é só minha, mas é da maioria da população do Rio Grande”, justificou.

Amadeu de Almeida Boeira assinou decreto mantendo a cor Laranja em Vacaria, até quarta, 17.

“Neste momento, quero manter os empregos. E que a população colabore: quem puder, fique em casa! Vamos continuar acabando com as aglomerações e fiscalizando, através da Guarda Municipal”, finalizou.

O procurador-geral do Estado, Eduardo Cunha da Costa, já antecipou que irá abrir inquérito criminal contra os prefeitos que descumprirem as determinações do Governo, nas ações que tentam conter a propagação do novo coronavírus, causador da Covid-19.

No sábado, 13, o governador Eduardo Leite (PSDB) anunciou que quatro regiões, que estavam em bandeira Laranja, passaram para a Vermelha: Caxias do Sul, Santa Maria, Santo Ângelo e Uruguaiana.

Conforme o grau de risco em saúde, cada região recebe uma bandeira nas cores Amarela (risco baixo), Laranja (médio), Vermelha (alto) ou Preta (altíssimo).

FOTO: Acervo CV

Fonte Correio Vacariense

Etiquetas
Mostrar mais

Tradição Gaúcha

o melhor da cultura Gaúcha do Rio Grande e também notícias do Brasil e do mundo sempre trazendo o melhor da notícia..

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar
%d blogueiros gostam disto: