Acontecimentos

Cadeirante mudo tenta assaltar relojoaria com arma nos pés em Canela

Divulgação / Polícia Civil

Uma tentativa de assalto chamou atenção na tarde da segunda-feira (25) em Canela, na serra gaúcha. Um jovem cadeirante, de 19 anos, tentou assaltar uma relojoaria com uma arma de plástico nos pés.
Segundo a Polícia Civil, o homem que é mudo e não tem o movimento das mãos, teria chegado no estabelecimento com um bilhete onde ordenava que o proprietário não chamasse atenção e entregasse “tudo”.
Além da arma de brinquedo, ele tinha uma faca enrolada na cadeira de rodas.
Um funcionário da loja, que fica no Centro da cidade, avisou a polícia, que chegou ao local e conduziu o jovem para registro da ocorrência. Ele prestou depoimento com a ajuda de um familiar, e foi liberado.
O delegado Vladimir Medeiros diz que a Polícia Civil vai investigar o caso já que as circunstâncias devem ser aprofundadas.
“Há de se considerar que, dados os elementos inicialmente trazidos à Delegacia de Polícia, possivelmente seria um crime impossível de ser consumado, especialmente se considerada a condição física do investigado, inclusive em razão da impossibilidade de fuga”, destaca.
O jovem não possui antecedentes criminais. Ele vai responder por tentativa de roubo.

Uma tentativa de assalto chamou atenção na tarde da segunda-feira (25) em Canela, na serra gaúcha. Um jovem cadeirante, de 19 anos, tentou assaltar uma relojoaria com uma arma de plástico nos pés.
Segundo a Polícia Civil, o homem que é mudo e não tem o movimento das mãos, teria chegado no estabelecimento com um bilhete onde ordenava que o proprietário não chamasse atenção e entregasse “tudo”.
Além da arma de brinquedo, ele tinha uma faca enrolada na cadeira de rodas.
Um funcionário da loja, que fica no Centro da cidade, avisou a polícia, que chegou ao local e conduziu o jovem para registro da ocorrência. Ele prestou depoimento com a ajuda de um familiar, e foi liberado.
O delegado Vladimir Medeiros diz que a Polícia Civil vai investigar o caso já que as circunstâncias devem ser aprofundadas.
“Há de se considerar que, dados os elementos inicialmente trazidos à Delegacia de Polícia, possivelmente seria um crime impossível de ser consumado, especialmente se considerada a condição física do investigado, inclusive em razão da impossibilidade de fuga”, destaca.
O jovem não possui antecedentes criminais. Ele vai responder por tentativa de roubo.

Foto divulgada pela polícia

Fonte G1

Mostrar mais

Tradição Gaúcha

o melhor da cultura Gaúcha do Rio Grande e também notícias do Brasil e do mundo sempre trazendo o melhor da notícia..

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar
%d blogueiros gostam disto: