Acontecimentos

Filho chama a polícia para seu pai de 94 anos que queria viajar mais de 3,500 quilômetros sozinho, e policial acaba se oferecendo para levá-lo

Um policial e um veterano da segunda guerra mundial se tornaram melhores amigos da maneira mais improvável possível, e agora, estão cativando todo os EUA. Howard Benson de 94 anos, um morador de Glendale, no estado norte-americano do Arizona, serviu seu país durante a grande guerra quando ainda era bem jovem. Sempre engenhoso e independente, Howard planejou se mudar de Glendale para um ambiente de vida assistida, na Flórida, por conta própria; carregando um trator-reboque com seus pertences e preparando-se para viajar pelas estradas.

Ao conversar com repórteres da rádio KTAR-FM, o Sargento Turney disse que sabia que Howard seria um caso complexo logo que o conheceu. Depois de falar com o veterano da segunda guerra mundial, o Sargento Turney chegou à conclusão de que nenhuma argumentação ou conversa iria convencer Howard a cancelar ou adiar a sua viagem de mais de 3500 quilômetros, que estava marcada para ter início no dia seguinte. Para se certificar de que Howard chegaria à Florida seguro, o Sargento Turney decidiu conduzi-lo em sua viagem de 30 horas.

Apesar de mal se conhecerem no começo da viagem, através da jornada, Howard e o Sargento Turney acabaram se tornando melhores amigos. O sargento se lembra de como Howard o contava diversas histórias que ocorreram ao longo de sua vida, e sobre a sua determinação em ver o país que ele tanto ama uma última vez. Jeff, em retorno, postava atualizações de suas aventuras em uma transmissão ao vivo no Facebook, dizendo que estava honrado em ajudar um homem do nível de Howard. Como os dois começaram a se conhecer melhor, o veterano idoso ganhou um novo apelido de Turney: Hurricane Howard (Furacão Howard), que coincidia com ele por ter encarado o Furacão Dorian.

Quando a dupla chegou ao centro de vida assistida, no Estado do Sol, Flórida, eles foram saudados com uma linda vista: pessoas agitavam bandeiras dos EUA e cantavam canções patrióticas. Como o Sargento Turney retornou para a casa no Arizona, ele sentiu-se imensamente honrado por ter conhecido um homem que havia tido uma vida tão interessante e completa. No final, o que o Sargento Turney espera é que a sua história inspire os outros a ajudar as pessoas em suas comunidades a fazer a coisa certa.

Ponte Apost

Mostrar mais

Tradição Gaúcha

o melhor da cultura Gaúcha do Rio Grande e também notícias do Brasil e do mundo sempre trazendo o melhor da notícia..

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar
%d blogueiros gostam disto: