Acontecimentos

Ministro da Saúde, Nelson Teich pede demissão do cargo

Teich, que assumiu há menos de um mês, vinha mostrando divergências com o presidente Bolsonaro


O ministro da Saúde, Nelson Teich, deixou o cargo nesta sexta-feira (15), antes de completar um mês à frente da pasta. Em nota, a administração informa que ele se demitiu.

Teich tomou posse como ministro em 17 de abril. Ele é o segundo ministro da Saúde a deixar o cargo em meio à pandemia da covid-19. Teich assumiu substituindo Luiz Henrique Mandetta.

Assim como Mandetta, Teich teve discordância sobre a condução da pandemia com o presidente Jair Bolsonaro. O desentendimento mais flagrante era em relação ao uso da cloroquina no tratamento da covid-19. Assim como seu antecessor, Teich não concordava com alteração do protocolo do SUS para permitir o uso do medicamento no início do tratamento, como insiste Bolsonaro. O presidente afirmou mais cedo que essa mudança ocorreria ainda hoje. O uso da cloroquina não é consenso na comunidade médica.

Outros pontos de divergência incluem as diretrizes sobre distanciamento social e saída do isolamento, já que o presidente quer uma maior flexibilização no tema. 

Teich também demonstrou a falta de diálogo no governo quando soube pela imprensa do decreto de Bolsonaro que ampliou as atividades essenciais durante a pandemia, passando a incluir salões de beleza, barbearia e academia. 

Pela manhã, o até então ministro foi chamado para uma reunião no Palácio do Planalto. Ele esteve com Bolsonaro, retornou ao Ministério da Saúde e logo em seguida a sua saída foi anunciada.

Fonte Jornal do Correio 24 horas

Mostrar mais

Tradição Gaúcha

o melhor da cultura Gaúcha do Rio Grande e também notícias do Brasil e do mundo sempre trazendo o melhor da notícia..

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar
%d blogueiros gostam disto: