Pichadores ficam presos em prédio no Centro de Curitiba e são socorridos por bombeiros

Pichadores tiveram de ser socorridos pelos bombeiros na manhã desta segunda no Centro de Curitiba. Foto: Durval Ramos / Gazeta do Povo

Uma casal de pichadores acabou causando um enorme transtorno na manhã desta segunda-feira (2), no Centro de Curitiba. Ao subir um pequeno prédio na Alameda Dr. Muricy, um homem e uma mulher ficaram presos em uma altura de 15 metros. O cruzamento com a Rua Pedro Ivo chegou a ser fechada por uma hora pela Polícia Militar (PM) e o trânsito teve que ser desviado para outras ruas próximas, complicando o fluxo de veículos.

Segundo o Corpo de Bombeiros, a PM foi avisada pela vizinhança do prédio que algo estranho estava ocorrendo. Ao perceber a situação, os policiais entraram em contato com os Bombeiros. Foi preciso pedir reforço: dois caminhões da corporação foram acionados, um deles com uma escada mecânica para retirar à dupla.

“Usamos a escada devido à dificuldade ao acesso em que eles estavam. O resgate em si foi tranquilo e eles estão conscientes”, relatou o sargento Altair Batista do Corpo de Bombeiros.

A dupla foi encaminhada para o 27.º Batalhão da PM para esclarecimentos. A polícia também verifica se além de pichar a dupla tinha também entrado no prédio para praticar algum outro tipo de delito como furto. Essa não é a primeira vez que eles são flagrados pichando.

Fonte Tribuna

Publicado por Tradição Gaúcha

o melhor da cultura Gaúcha do Rio Grande e também notícias do Brasil e do mundo sempre trazendo o melhor da notícia..

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: