É assim que o estresse se parece quando seu corpo não aguenta mais

A correria do dia a dia na nossa sociedade contemporânea tem gerado um problema sério para a população: o estresse. Pior que a geração dele, é o fato de que as pessoas estão começando a se acostumar com seus sintomas e fazem do problema uma característica de sua personalidade – muita gente se “intitula” como alguém estressado, como se isso fosse algo permanente na condição daquela pessoa.

Que o estresse é inevitável todos nós sabemos. Mas é importante termos conhecimento sobre os tipos de estresse que existem e como ele se apresenta no dia a dia e no nosso corpo.

Estresse agudo: é aquele famoso estresse impossível de evitar, pois está relacionado a pequenas coisas do dia a dia, como uma entrevista de emprego, a espera na sala de consultas, ou uma apresentação em público.

Estresse crônico: é o pior deles, pois é aquele com o qual você se acostuma e faz com que seus sintomas façam parte da sua vida. Costuma durar por meses e até anos, se você não identificá-lo e tratá-lo.

Mas por que temos que tratar esse estresse crônico?

O estresse crônico produz substâncias no nosso corpo – adrenalina, dopamina, noradrenalina e cortisol – que enfraquecem nossas defesas e nos tornam suscetíveis as mais variadas doenças como depressão, insuficiência cardíaca, diabetes, vírus diversos, e problemas na tireoide.        

Nas fotos abaixo representamos algumas das reações que o corpo apresenta com o estresse. Algumas são visíveis na pele, outras através do comportamento das pessoas. O fato é: estresse não é bom na grande maioria das vezes, e seus sintomas devem ser tratados. Fique atento!

Indicações de estresse

Perda da memória: demonstrada através de um simples esquecimento, como onde estão as chaves, ou não lembrar o nome de alguém ou o que ia fazer em seguida.

Constipação: Embora muitos não percebam, a constipação nem sempre está relacionada apenas a alimentação ou condição de vida, mas principalmente ao estresse.
Queda do cabelo: ao tomar banho ou escovar os cabelos, a queda pode indicar um dos sintomas de estresse.

Dores de cabeça: essa é clássica: dor de cabeça é um dos primeiros sintomas do estresse a aparecer.
Dor muscular: afeta principalmente mandíbula, sobrancelhas, pescoço e costas.
Alergias: neste caso, seu corpo está no ápice do estresse e provavelmente você tem levado o estresse como uma condição de vida, não tendo percebido ele no seu dia a dia. Fique atento.
Fonte Texto originalmente publicado em excelsior e adaptado pela equipe do blog educadores.live

Publicado por Tradição Gaúcha

o melhor da cultura Gaúcha do Rio Grande e também notícias do Brasil e do mundo sempre trazendo o melhor da notícia..

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: